Biografia de Reduzino

Reduzino Malaquias nasceu em Barra do Ijui, região missioneira do Rio Grande do Sul, em 1º de novembro de 1912, Filho de João Malaquias e de Januária Pereira Malaquias. Faleceu no dia 22 de novembro de 1996, em São Nicolau , aos 84 anos. Deixou 42 netos, 40 bisnetos e um tataraneto. Na época, o Prefeito em exercício, Antonio Sérgio Siqueira da Silveira, decretou Luto Oficial por três dias na 1ª Querência do Rio Grande. 

Reduzino fez uma carreira musical desde os oito anos de idade, contabilizou setenta e seis anos de Gaita Ponto durante sua existência. Com sua obra reconhecida no Brasil, na Argentina, Paraguai e Uruguai, sua arte destacada na gaita, que dominou como autodidata. A gaita ponto, popularmente conhecida como de “oito-baixos”, foi seu instrumento inseparável. 

Em 1976, Reduzino Malaquias gravou pela primeira vez junto com o cantor Missioneiro Pedro Ortaça e seu filho Reinaldo Malaquias, o disco intitulado Mensagem dos Sete Povos, contendo músicas imortais, como Rincão dos Maciel, Passo da Laranjeira, Vanerão do Tio Tuco, Urucuá e Bizorro. 

Além da admiração de seus colegas, Reduzino granjeou respeito no cenário musical gaúcho, como escola e como exemplo aos mais jovens artistas. Fiel as suas origens e às raízes missioneiras, deixou verdadeira obra-prima, que ficarão para sempre na memória riograndense.


Disco Solo

Seu disco individual  “REDUZINO MALAQUIAS – O GAITEIRO DAS MISSÕES”  hoje é uma relíquia.
O saudoso Reduzino, lá na estância grande do céu, certamente estará fazendo o que mais gostava: Tocar sua Gaita de Botão.

                                              Fonte: http://www.chasquepampeano.com.br/biografias.html



1 comentários:

souza disse...

Saudoso Tiu Reduzino, muintas vez vi ele ao vivo tocando sua gaita ponto éra fantastico,ver e scutar ele tocar.seja feliz onde estiver Tiu.

Postar um comentário

 
Recanto Das Gaitas | by TNB ©2010